Indicação: Profissional de E-commerce 2015


Este post é apenas para relatar a minha surpresa na indicação para o Prêmio Profissional de Destaque em E-commerce 2015 da ABComm.

Não sei detalhes, sei apenas que recebi indicações para entrar neste ranking junto a profissionais que admiro como: Romero Rodrigues, Mauricio Vargas, Pedro Guasti e Ricardo Jordão…

A votação vai até o dia 04 de abril, e  a premiação acontecerá no dia 11 de abril na edição do DigitalizeME  que contará com o palestrante internacional Thomas Bleiker, CEO da loja virtual McShave.

O prêmio tem onze categorias, sendo: Profissional de Mídias Sociais, Profissional de E-commerce, Profissional de Marketing Digital, Melhor Plataforma de E-commerce, Melhor Portal de Informação ou Serviços, Melhor Ferramenta de Marketing Digital, Melhor Consultoria de Negócios Digitais, Melhor Agência Digital, Empresa Destaque em Tecnologia Web, Melhor Empresa de Serviços para o Mercado Digital e Destaque em Mobile.

Fica o registro! Quem quiser votar, fique à vontade, pois não farei correntes de e-mails pedindo votos… mesmo porque já fico grata em ter sido indicada :)

ecommImagem1

Renata Reis

Faturamento do Comércio Eletrônico em 2014


O que é o WebShoppers?

O WebShoppers é uma iniciativa da e–bit e tem como objetivo buscar informações sobre o comportamento de compras dos internautas brasileiros e sua relação com o e-commerce, demonstrando em números toda a evolução do comércio eletrônico nacional. O WebShoppers está em sua 31ª edição.

Então, vamos ao cenário do comércio eletrônico brasileiro em 2014.

Faturamento do Comércio Eletrônico em 2014

Números

  • O comércio eletrônico brasileiro faturou 35,8  bilhões de reais em 2014;
  • Obteve crescimento  de 24% em relação ao resultado de 2013;
  • Foram realizados 103,4 milhões de pedidos, número 17% maior que em 2013;
  • O evento Black Friday representou 20% das vendas, alcançando 1,16 bilhões em faturamento.

Comportamento

  • O  ticket médio foi de 347 reais, número 6% superior ao registro anterior de 327 reais;
  • Conquistou 10,2 milhões de novos e-consumidores;
  • Já somos 51,5 milhões de consumidores online.

Ranking das Categorias (volume de pedidos)

  1. Moda & Acessórios (17%) x (19%) 2013
  2. Saúde, Beleza e Medicamentos (15%) x (18%) 2013
  3. Eletrodomésticos (12%) x (10%) 2013
  4. Telefonia e Celular (8%)
  5. Livros, Assinaturas e Revistas (8%) x (9%) 2013

– Destaque para a categoria Telefonia e Celulares que voltou a ocupar o ranking das 5 tops.

– A categoria Eletrodomésticos foi a única que apresentou crescimento.

– As demais categorias apresentaram queda em relação ao ano anterior.

– Alerta para categoria Informática que perdeu a 5a posição ocupada em 2013.

Frete

Houve queda na oferta de frete grátis, que passou de 50% em dezembro de 2013, para 43% em dezembro de 2014.

Mobile Commerce

Mcommerce em 2014

Dezembro 2014 = 9,7% das vendas.

– Em dezembro de 2014: 65% das compras foram realizadas por smartphones e 35% por tablets.

– As classes A e B representam 62%, C e D = 27%.

– 57% são mulheres – destas 39% com faixa etária entre 35 e 49 anos.

– 43% são homens – destes 38% com faixa etária entre 35 e 49 anos.

– As categorias que mais geraram pedidos foram: Cosméticos e Perfumaria/Cuidados Pessoais/Saúde (16,2%), Moda e Acessórios (14,4%), Eletrodomésticos (11,5%), Casa e Decoração (7,8%) e Livros/Assinaturas e Revistas (7,7%).

– Renda do consumidor m-commerce: R$ 6.128  x  R$ 4.378.

Sites Internacionas

– Sites chineses responderam por 55% da última compra dos entrevistados.

– 4 em cada 10 brasileiros fizeram compras em sites internacionais.

– Os 5 sites mais utilizados foram: AliExpress, eBay, Amazon.com, DealExtreme e MiniInTheBox.

– Dos 20 sites mais usados 12 são chineses.

– As 3 categorias mais consumidas foram: Moda e Acessórios, Eletrônicos e Informática.

– As formas de pagamento foram: 54% cartão de crédito, 24% PayPal e 20% boleto bancário.

– O gasto médio do consumidor foi de U$ 163,21.

– O valor estimado das compras feitas por brasileiros em sites internacionais, em 2014, foi de R$ 6,6 bilhões, que representa 18% do total de faturamento dos sites brasileiros de e-commerce.

>>> Crescimento para 2015

A expectativa da e-bit para 2015 é que o setor alcance um faturamento ao redor de 43 bilhões de reais,  um crescimento de 20%.

Confira o relatório completo do WebShoppers 31a edição!

Infográfico: Mídia Social e o Processo de Compra


A pesquisa da Consultoria Capgemini demonstrou que consumidores da atualidade consideram as mídias sociais com pouca importância no processo de compra.

De acordo com o estudo, seguir empresas de varejo nas mídias sociais (como Twitter e Facebook), saber mais sobre novos produtos por meio de blogs e participar de comunidades de compras on-line não é mais tão essencial.

Confira o Infográfico e as diferenças entre o mercado maduro e emergente.

Infográfico: Mídia Social e o Processo de Compra

Infográfico: Mídia Social e o Processo de Compra