Moda lidera compras de brasileiros na internet no primeiro trimestre do ano


Setor movimentou R$ 37 milhões, um aumento de 76,60% em comparação com o ano passado

Produtos relacionados a Moda dominaram as compras dos brasileiros na internet durante o primeiro trimestre de 2019 e movimentaram R$ 37 milhões, divulgou a plataforma de e-commerce Nuvem Shop. O número é 76,60% maior que o registrado no ano passado. Os segmentos de Saúde e Beleza ficaram em seguida, com crescimento de com crescimento de 101,56%, e mais de R$ 9,5 milhões em vendas. O pódio é completado por itens de Casa e Jardim, com movimentação de R$ 3,5 milhões em transações online e acréscimo de 5,27%.

Moda lidera compras de brasileiros na internet no primeiro trimestre do ano

A ascensão do mobile e das vendas via redes sociais tornou-se significativa nos últimos tempos

O levantamento compilou dados de vendas via desktop e mobile. De acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o mercado de e-commerce deve crescer 16%, atingindo R$ 79,9 bilhões em comercializações neste ano.

“A ascensão do mobile e das vendas via redes sociais tornou-se muito significativa nos últimos tempos. Isto acontece, já que muitos lojistas estão se empenhando cada vez mais em atualizar suas lojas ao modelo mobile e investindo em maneiras de otimizar e atrair consumidores para os aplicativos e também para as redes sociais”, explica o co-fundador da Nuvem Shop, Alejandro Vázquez.

Os setores que mais cresceram em vendas no primeiro trimestre 2019 em comparação com o mesmo período de 2018, foi o de Antiguidades, com o incremento de 219,64%; seguido de Materiais de Escritório, 194,48%; Educação, 187,89%; e Livraria, 179,07%. No cenário comparativo de vendas mobile, o segmento de Material de Escritório obteve o maior crescimento, alcançando 922,23%; seguido de Educação, 723,79% e Livraria 445,30%.

De acordo com Vázquez, o comércio digital continuará a evoluir nos próximos anos. Entre as apostas que servirão de norte para as próximas estratégias do comércio eletrônico, o destaque é a consolidação das compras via redes sociais. “Ao analisar o comportamento dos compradores virtuais, fica evidente como as vendas sociais são as mais promissoras no mercado digital”.

Fonte: Isto é Dinheiro

Anúncios