Compra Coletiva – Inovação no e-Commerce


A nova queridinha dos e-consumidores são os sites de compra coletiva. Um novo formato no e-commerce que há sete meses tornou-se uma febre na internet.

Compra Coletiva - Inovação no e-commerceOs sites de compras coletivas vêm demonstrando ser um negócio promissor para o comércio eletrônico. Uma prova deste sucesso é a recente aquisição do Oferta X (site de compra coletiva) pelo Comprafacil.com (player do comércio eletrônico). O Comprafacil.com inovou e garantiu uma vantagem competitiva no mercado tornando-se o primeiro site de compra coletiva a oferecer produtos aos seus clientes.

Alguns números do mercado:

No Brasil

  • O formato foi estreado pelo Peixe Urbano em março de 2010
  • São 4,5 milhões de usuários
  • Mais de 40 sites
  • A estimativa é que o setor movimente mais de R$ 300 milhões por ano no mercado brasileiro
  • Alguns  sites já possuem mais acessos que os tradicionais sites de comércio eletrônico
  • Ranking brasileiro: 1o Peixe urbano, 2o Clube Urbano,  3o Qpechincha, 4o Clickon e 5o Imperdível

No Mundo

  • O 1o site de compra coletiva foi o Groupon em novembro de 2008 nos Estados Unidos
  • Nos Estados Unidos existem mais de 200 sites
  • Na China são mais de 400

E foi um twett que chamou-me  a atenção para o assunto:

“ricardodantas: Pessoal, já falei. Não tenho nenhum preconceito com homens frequentarem spas, só que os sites de compra coletiva estão oferecendo só isso.

@ricardodantas até eu “mulher” também já cansei disso..

@_RenataReis_ será que os bares e restaurantes não gostaram da experiência de compra coletiva ou será que estão focando apenas em mulheres?

@ricardodantas sinceramente não sei. Essa onda de compra coletiva não me pegou. Tenho minhas dúvidas ainda… vamos ver!”

Eis que parei e fui conferir o tipo de serviços e promoções que chegam  a 90% de desconto e deparei-me com uma oferta imperdível – daquelas que deixariam qualquer um com remorso se não comprasse – e tem sido esta a sensação que tenho cada vez que recebo um e-mail marketing dos diversos sites de compra coletiva que acompanho.

O grande apelo da compra coletiva é estimular a compra por impulso, pois os serviços e descontos oferecidos transmitem a sensação de algo “imperdível”, “compre agora”, “única chance”…

Conforme citado pelo Ricardo, realmente não há nada muito inovador. As ofertas vagueiam por gastronomia e estética, raramente aparece algo que foge  a esta linha, porém se considerarmos que  estes serviços não estavam disponíveis no comércio eletrônico, identificamos um dos motivos para a rápida aceitação e tamanho sucesso do negócio.

Em se tratando de vendas, a negociação é um outro motivo, pois vem de raízes buscar uma boa pechincha e tentar ganhar um desconto nas compras, e é exatamente isso que os sites de compra coletiva fazem.

Trazem a melhor negociação  para nós – clientes – sem que precisemos abrir a boca e iniciar uma pechincha.

Para Tomanini, “a atividade de vendas tem como foco efetivar/estimular um consumo cuja propensão foi planejada e ferramentalizada por marketing.”

Vejo a compra coletiva como uma evolução no e-commerce – um passo largo no que diz respeito a compra por impulso – principalmente porque o número mínimo de compradores tem sido facilmente atingido e  não é mais um fator preocupante. Um exemplo, é o Peixe Urbano que nunca teve uma oferta anunciada com número mínimo de compradores não atingidos.

Uma outra estratégia destes sites é divulgar a página com as “Ofertas Recentes”, pois o cliente pode constatar a perda de uma superoferta. Essa sensação faz com que muitos clientes criem uma expectativa acerca de novas ofertas e passe a acompanhar diariamente a “Oferta do Dia” minimizando a sensação de perda.

Minha experiência

Compra Coletiva - Inovação no e-commerceRecentemente fiz minha primeira compra, e junto comigo mais 1.149 clientes. Estou imaginando como será o atendimento, pois embora os preços sejam tentadores – e isso só não basta –  a experiência de compra precisará corresponder igualmente.

Diante do alto número de compradores, as empresas anunciadas precisam de uma boa infraestrutura para realizar o atendimento sem causar estresse para os novos clientes.

Para uma empresa, não deve ser simples ganhar 1.149 clientes em um dia e operacionalizar todo o atendimento sem falhas. Porém, se a experiência for positiva para os 1.149 clientes, podemos imaginar o quão bom negócio é multiplicar uma base de clientes em apenas 24 horas. A fidelização dos novos clientes vai depender da qualidade do serviço prestado.

Conforme citado no Blog do E-commerce, é importante tomar alguns cuidados para o fechamento da compra. O site Reclame Aqui já possui um número considerável de reclamações das empresas que oferecem os serviços.

Minha experiência ainda não foi finalizada. Quando finalizar comento por aqui.

Você já fez a sua compra coletiva?

Abraços 🙂

@_RenataReis_