Pesquisa: Compras online em supermercados brasileiros


Confira o resultado da pesquisa “Tendências do Consumidor em Supermercados 2018/2019” feita pela Associação Paulista de Supermercado (APAS) em parceria com o Ibope Inteligência.

> Compras online em supermercados brasileiros

Produtos de higiene pessoal e beleza são os mais comprados pela internet nos supermercados, chegando a 57% das vendas em média, principalmente entre os consumidores da classe B1 (69%). Vale salientar que esses produtos estão entre os preferidos por pessoas com 55 anos ou mais, já que 70% delas compram pelo canal digital.

Entre os motivos que levam o consumidor a optar pelo e-commerce, a maior variedade de produtos aparece em primeiro com 68%, seguido por preços mais em conta (67%) e falta de tempo para ir até as lojas com 23%.

Em contrapartida, 57% dos participantes preferem fazer compras da maneira mais tradicional, ou seja, ver e escolher os produtos pessoalmente. Outra questão que impede alguns consumidores de comprar pela internet é o frete, citado por 51%, e a desconfiança sobre a promessa de entrega de produtos frescos (45%).

A pesquisa na íntegra está disponível aqui >>>>>> Acesse.

Adesão a aplicativos de supermercados cresce 15% em um ano


Pesquisa da Ibope Conectas apresentada durante a APAS Show 2019 aponta que tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço no setor supermercadista

Os aplicativos de ofertas de supermercados vêm ganhando espaço em smartphones e no cotidiano de brasileiros. Dados do IBOPE Conectas apresentados na manhã desta terça-feira (07) durante congresso da APAS Show demonstram que o número de usuários deste tipo de aplicativo cresceu 15% no último ano. Programas de ofertas e descontos são as principais razões de adesão, seguidas por descontos personalizados e programas de fidelidade.

A pesquisa apontou também que a divulgação de ofertas por e-mail gera 63% de impacto em compras e 90% dos respondentes dizem que já foram a supermercados depois de receber um anúncio ou alerta de promoção. A divulgação funciona como uma via de mão dupla: como os aplicativos instigam o consumidor a frequentar mercados, mais de 50% dos usuários conhecem esses softwares por anúncios físicos no próprio estabelecimento.

Adesão a aplicativos de supermercados cresce 15% em um ano

Os aplicativos de ofertas de supermercados vêm ganhando espaço em smartphones

Em contrapartida, o nível de satisfação desses aplicativos despencou 5% em 2019. “O brasileiro está cada vez mais crítico”, diz o diretor-executivo do IBOPE Conectas, Bruno Paro. Não ter boas ofertas, não funcionar bem e ocupar muito espaço de armazenamento em smartphones incomodam 50% dos usuários e são as causas mais frequentes de exclusão de aplicativos, conta. Segundo Paro, para o sucesso é essencial conhecer o público e identificar subgrupos para personalizar o atendimento, como aponta Bruno Paro.

Fonte: PortalNoVarejo